(41) 3501-8078

(41) 99604-3796

Blog

Semana da Saúde: Quatro Pilares do Equilíbrio Fisiológico da Emoção

Compartilhe esse post

Diariamente ouvimos sobre a importância de cuidarmos de nós, e é essencial ficarmos atentos à nossa saúde física e emocional. Durante a Semana da Saúde que está acontecendo no meu instagram (@dr_diegorocha), estamos falando sobre os Quatro Pilares do Equilíbrio Fisiológico da Emoção: sol, dieta, sono e atividade física. 

Para complementar os temas abordados durante a Semana, separamos em duas frentes a abordagem aqui no blog. Nesta terça-feira vamos falar sobre a importância do sol e da dieta, e quinta-feira sobre os outros dois pilares.

 

SOL

O benefício que os raios solares têm sobre o nosso corpo é tão grande, que justifica ele ser chamado de Astro-rei e ter sido adorado como o Deus primordial de vários povos. O sol é fundamental para o nosso bem-estar e qualidade de vida, uma fonte única que regula diversas funções no nosso corpo.

Sinônimo de saúde, o sol é vida, é fonte de energia. Além de ter um grande impacto fisiológico e psicológico nos seres humanos.   Os raios que irradiam dele são responsáveis por guiar nosso relógio biológico, ativando a vitamina D. 

A vitamina D é necessária para a nossa saúde, sendo o principal potencializador e regulador do sistema imunológico.  Para manter os níveis adequados é preciso exposição diária aos raios solares em todas as fases da vida.

Mas é preciso ficar alerta nos horários e formas de tomar o famoso “banho de sol”. Para ativar a vitamina D é preciso se expor cerca de 30% do corpo, por 15 a 20 minutos, sem usar protetor solar. A maior incidência dos raios violetas, que auxiliam na absorção do organismo, acontece entre 10h da manhã e 14h da tarde.

Além da síntese da vitamina D, os raios solares estimulam a produção de serotonina, dopamina e melatonina. Essas substâncias são responsáveis pelo bom humor, regulação do ciclo do sono, energia e motivação.

 

DIETA

Já se perguntou o que seria comer bem e como a alimentação pode influenciar na sua saúde emocional? Alguns nutricionistas e pesquisas mostram que pode ser um prato de salada, uma comida afetiva, como a macarronada de domingo da vovó, ou até mesmo a dieta do momento.  

O ato de comer tem mais relação com a nossa saúde emocional do que imaginamos. Segundo o Guia Alimentar para a População Brasileira, elaborado pelo Ministério da Saúde em parceria com a Organização Mundial da Saúde, a alimentação saudável não é apenas a ingestão de nutrientes, mas também aspectos culturais, sociais, econômicos, de produção, distribuição, sustentabilidade e a relação de cada um desses aspectos com os alimentos.   

Mais do que comer um prato bonito e saudável, o ser humano se alimenta de percepções sensoriais, ideias e sentimentos. Já reparou em como as suas emoções influenciam na hora de escolher o que comer? Isso acontece porque transferimos nossos sentimentos para a comida.

O autoconhecimento na hora de comer é essencial para se entender o que está sendo colocado no prato. Saber reconhecer se ao se alimentar está comendo por uma necessidade fisiológica ou emocional é essencial!

 

Se você tem interesse sobre como os Quatro Pilares do Equilíbrio Fisiológico da Emoção têm influência no bem-estar e na qualidade de vida, acompanhe as lives diárias no meu Instagram. Todos os dias dessa semana (12 a 16 de abril), às 20 horas.

 

Tags

  • #sol #vitaminad #serotonina #dopamina #melatonina #equilibrio #emocao #emocional #saude #imunidade #protecao #banhodesol #humor #sono #dieta #alimentacaosaudavel #comerbem #comidaafetiva  #corposaudavel #vidasaudavel #estilodevida #cuidandodasaude #autocuidado #odontologia #odonto #dentista #odontologiacuritiba #bemestar #qualidadedevida 

Comentários

Compartilhe esse post

Entre em Contato Conosco