(41) 3501-8078

(41) 99604-3796

Endodontia

Trata das lesões e doenças da polpa (nervo) e da raiz do dente. O tratamento consiste na remoção do tecido mole (polpa) que se encontra na parte interna (canal) e pode estar vivo, sadio, inflamado, infectado ou necrosado/morto.

 

A endodontia é a especialidade da Odontologia que trata das lesões e doenças da polpa (nervo) e da raiz do dente. O tratamento endodôntico ou de canal consiste na remoção do tecido mole (polpa) que se encontra na parte interna (canal) e pode estar vivo, sadio, inflamado, infectado ou necrosado/morto.

Após a remoção desse tecido, o canal é esterilizado e preenchido com obturação e material específico. O tratamento tem o objetivo de restabelecer a normalidade dos tecidos dentais, ou pelo menos manter a estrutura dura em seu alvéolo sem presença de inflamação ou infecção, evitando a perda de dentes.

O TRATAMENTO DE CANAL PODE SER REALIZADO EM APENAS UMA CONSULTA, DEPENDENDO DO CASO

Primeiramente, é feita uma abertura na da parte posterior de um dente frontal ou na coroa de um dente posterior, molar ou pré-molar. Em seguida, a polpa infeccionada é removida (pulpectomia). O espaço pulpar e os canais são esvaziados, alargados e limados, em preparação para o seu preenchimento. Para finalizar o tratamento, a cavidade da polpa e os canais são preenchidos permanentemente.

Um material em forma de cone (flexível) é inserido em cada um dos canais e geralmente selado em posição com um cimento apropriado. Após o tratamento dos canais, é fundamental que o paciente faça a restauração dental, a fim de devolver estrutura, forma e estética.

RISCO DE NÃO REALIZAR O TRATAMENTO?

A falta de tratamento endodôntico pode resultar em infecção, envolvendo raiz dental, osso e tecidos vizinhos, trazendo sérias consequências à saúde, dentre as quais:

  • Inchaço Febre Bacteremia (bactérias na corrente sanguínea) 
  • Infecções à distância (articulações, febre reumática, entre outros) 
  • Extração do dente Risco de vida

Entre em Contato Conosco